top of page
Buscar
  • elano53

ANS aprova com restrições aquisição da SulAmérica (SULA11) pela Rede D'Or (RDOR3)



Agência Nacional de Saúde viu possíveis conflitos com a Qualicorp, que comercializa planos de saúde e tem a Rede D'Or como maior acionista.

A Agência Nacional de Saúde (ANS) aprovou na segunda-feira, 19, a compra do controle da SulAmérica (SULA11) pela Rede D'Or (RDOR3). Para o aval da operação, foram exigidas contrapartidas envolvendo possível conflitos de interesses com as operações da Qualicorp, que comercializa planos de saúde e tem a Rede D'Or como principal acionista, com 29% do negócio.

As restrições impostas pela ANS foram:

  • O representante da Rede D’Or no conselho de administração da Qualicorp se abster de votar em assuntos que deliberem exclusivamente sobre as operadoras do conglomerado SulAmérica;

  • A administradora de benefícios Qualicorp não comercializar exclusivamente os planos de saúde das operadoras do conglomerado SulAmérica;

  • Os planos do conglomerado SulAmérica não serem comercializados apenas pela administradora de benefícios Qulaicorp;

  • Realizar no prazo de 30 dias a contar de segunda, 19, medidas para saneamento econômico-financeiro da empresa do conglomerado Paraná Clínicas;

  • Monitorar a operação seja monitorada por 2 anos a partir de sua aprovação, podendo a ANS solicitar relatórios que subsidiem o acompanhamento do regulador.

A aprovação da ANS era a última barreira regulatória que ainda faltava para a operação ser efetivada.

Aprovação no Cade

Na última semana, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) voltou a aprovar o negócio. Como na decisão de novembro, nenhuma restrição foi feita pelo Cade, apesar dos pedidos de recurso de nove companhias de saúde: Hospital Sírio-Libanês, Albert Einstein, Mater Dei, AC Camargo, Hospital Oswaldo Cruz, Supermed, Benevix, Beneficência Portuguesa e o Hospital do Coração.

Com a compra da SulAmerica, a Rede D'Or irá despontar ainda mais como a empresa mais valiosa do setor na bolsa, com quase R$ 60 bilhões de valor de mercado.

A operação

A compra da SulAmérica pela Rede D'Or foi firmada em 23 de fevereiro. Pelas condições acordadas, os acionistas da SulAmérica passarão a integrar a base da Rede D'Or após a conclusão do negócio, passando a ter 13,5% de participação na nova empresa, excluídas as ações em tesouraria.

Esse montante, na data de fechamento do negócio, compreenderia a emissão de 0,2561 nova ação da Rede D'Or para cada ação ordinária ou preferencial da SulAmérica ou 0,7683 nova ação por unit, perfazendo um total de 307,68 milhões de ações a serem emitidas em favor dos acionistas da SulAmérica.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page